É verdade que Igreja Presbiteriana de Londrina faz campanha para partido de Bolsonaro

Circula nas redes, desde segunda, 27, uma foto de um ônibus do novo partido de Jair Bolsonaro – Aliança pelo Brasil, estacionado no pátio da Igreja Presbiteriana Central de Londrina, no Paraná.

Indagado por leitores sobre a veracidade da imagem, Bereia checou a informação e verificou que , de fato, a equipe do novo partido esteve na Igreja Presbiteriana Central de Londrina, no último domingo, 26, para coletar assinaturas dos membros da igreja.

No áudio ao lado, você confere a fala do Pastor Emerson Patriota convocando a Igreja a fazer um “apoiamento” ao novo partido.

O vídeo original foi delatado do canal da IPB Central de Londrina após denúncias.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=fvRCSenGOvY&feature=youtu.be&fbclid=IwAR00whCyZUSCSD_R5vi3bWpPuFH5mikBx0JosgMfmIpZh6uP2HIYJBdUZ7U

Leia a fala do Pastor Emerson Patriota na íntegra:

“Vocês viram um grande ônibus estacionado ali no nosso estacionamento escrito Aliança pelo Brasil? você viu ou não? está meio escuro mas tenho certeza que você viu.
Esse ônibus,
nós estamos fazendo um apoio a essa…esse movimento que está tendo no Brasil pra formação desse partido político.
Não é filiação ao partido, porque o partido ainda não existe – Aliança pelo Brasil – encabeçado pelo nosso presidente, Jair Messias Bolsonaro, e também você sabe que nós temos aqui conosco, o discípulo da nossa igreja, o deputado federal Filipe Barros, toda sua família são discípulos, frequentam nossa igreja, estão firmes aqui, servem a nossa igreja. Felipe Barros nós assumimos o compromisso como igreja, você estava aqui, de orar por ele, de orar pela sua missão. Ele tem uma missão naquele local. É realmente muita luta, trevas contra a luz de Cristo. Nós temos que cubrí-lo com oração. Ele tem feito um trabalho maravilhoso, defendendo a família, e esse partido, esse futuro partido, nós temos profetizado aí, precisa de algo que chama apoiamento, não é filiação, é apoiamento. Sem um número suficiente de apoiamentos, esse partido não se cria, e nós estamos aqui trazendo esse partido, esse futuro partido pra que possa fazer isso – viabilizar apoiadores. Então eles estão ali, na saída do Centro de Adoração…nós temos uma edificação, que é o espaço mulher, onde a SAF, as nossas mulheres servem todos os dias da semana. E nós montamos ali um local, espaço, para que você possa no final do culto passar por lá, conhecer mais os valores desse futuro partido, e você possa fazer seu apoiamento. Inclusive nós temos aqui o pessoal do cartório pra facilitar todo esse processo, porque tem que ser firma reconhecida, aquela coisa toda. Eles já estão aqui para nos abençoar, então você, no final, nós estamos desafiando você, todos passarem lá, conhecerem o estatuto, os valores. Na verdade, eu estava conversando com algumas pessoas e disseram que é mais difícil entrar nesse partido do que em alguns igrejas por aí….sabe, tem que ter mais vida idônea rs, do que algumas igrejas exigem. Isso é muito bom, porque tem valores familiares. Não é filiação, preste atenção, é apoiamento. Eu queria muito que você no final desse culto você pudesse ir lá prestigiar e realmente orar por isso tudo que tem acontecido na vida do Brasil. Nós cremos numa restauração, nós cremos numa mão poderosa do Senhor, como Deus tem nos abençoado, e nós igreja central temos o compromisso de orar pela nação.
Você tem orado pelo Brasil? cê tem orado pelo Brasil? amém? tem orado? não fique só na oração que nós fazemos aqui nos nossos cultos não.
Ore na sua casa, junte sua família, ore pelo Brasil, pela nossa nação. Nós amamos o Brasil, e nós temos o compromisso como cristãos de orar e interceder pela nossa nação, pela reestruturação, realmente, pelo crescimento em todas as áreas do Brasil pra glória do Senhor Jesus Cristo.”

Esta classificação dos conteúdos por meio das etiquetas não é uma certificação da verdade, mas um guia para orientar a leitura crítica de notícias. O intuito é contribuir para que o/a leitor/a tenha acesso a uma maior pluralidade de pontos de vistas e, assim, amplie as alternativas possíveis de avaliação das informações que recebe diariamente nas mídias digitais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

35 Replies to “É verdade que Igreja Presbiteriana de Londrina faz campanha para partido de Bolsonaro”

  1. Avatar

    É bem assim que o nome “crente”, “evangélico” (“reformados” também?) vai afundando cada vez mais, juntando-se a tantos outros que, infelizmente, carregam o nome de Cristo na fala, mas o jogam na fossa com suas atitudes. Queira Deus (se é que ele se mete em política) que os dirigentes do país preguem o amor, como Cristo fez…

    Responder

    1. Avatar
      Luiz Fabiani Russo 30 de janeiro de 2020 at 08:15

      Nós brasileiros devemos estar em vigilância constante.
      Para nossa nação cair na deriva.
      Sejam católicos, evangélicos ou ateu, mas patriotas.
      Não critique colabore.

      “O Brasil acima de tudo e Deus acima de todos.”

      Responder

      1. Avatar

        Depois fala de Caio Fabio.

        Responder

  2. Avatar

    Profundamente decepcionada. Nossas igrejas estão virando currais eleitorais. 😔

    Responder

  3. Avatar

    E realmente o final dos tempos,igrejase Ditas evangélicas apoiando um partido de ume traste ,que se diz cristão mas na realidade é fascistas,Aniti democrático,anti nacionalista e declaradamente contra a população pobre. Que cristianismo e esse????

    Responder

  4. Avatar

    Lamentável o quanto pessoas ditas cristãs estão se esquecendo tão rápido dos ensinamentos de Cristo. Muitas igrejas conhecidas como tradicionais tem passado por uma verdadeira crise de identidade nestes últimos anos. Esta profunda crise é mais clara em igrejas com governos centralizados, como são Presbiteriana e a Metodista, e menos clara em igrejas de governo congregacional, como a batista. Na denominação batista este apoio varia muito de igreja para igreja, visto que cada igreja é autônoma, independente. Mesmo assim, algumas igrejas batistas, direcionadas por seus pastores, tem se esquecido de um dos princípios mais caros à denominação, que é a SEPARAÇÃO ENTRE IGREJA E ESTADO. É muito triste mesmo, extremamente lamentável tudo isto que está acontecendo no seio das Igrejas cristãs evangélicas brasileiras.

    Responder

  5. Avatar

    Fariseu ipocrita a serviço de Bolsonaro.

    Responder

    1. Avatar

      Pior se fosse a serviço do LULA!!!!( trevas)

      Responder

    2. Avatar

      Que decepção, igreja não é para isso 😔. Orar sim sempre, mas partidarismo não funciona.

      Responder

  6. Avatar

    Não posso crer em uma situação como esta na IPB.

    Responder

  7. Avatar
    Ulisses Azevedo Leitão 28 de janeiro de 2020 at 09:07

    Vergonha de ser Presbiteriano!!!

    Responder

    1. Avatar

      Então vai para batista!

      Responder

  8. Avatar

    O pastor igreja presbiteriana de Catanduva declarou numa live da deputada ex aliada Joice Hasselmam na campanha 2018: “a igreja presbiteriana de Catanduva está com bolsonaro” – denunciei ao Prebisterio. Não deu nada.

    Responder

    1. Avatar
      Carlosgaranha carlos2013 28 de janeiro de 2020 at 15:53

      Provavelmente o dinheiro tá comprando alguns lideres religiosos fico decepcionado quando se fala em uma IPB que se dis tradicional.

      Responder

  9. Avatar

    Por isso cada dia mais me entristeço e fico longe da congregação. A igreja não é pra apoiar partido político, seja ele qual for.

    Responder

  10. Avatar

    Orar pela nação, é dever de todo cristão, independente de quem quer q seja o presidente. A igreja, como instituição, tem obrigação de levar os valores cristãos pra sociedade: a magestade, a santidade e o poder de Jesus Cristo, pra nos salvar e nos dar nova vida. Política boa é aquela q começa em nós, na nossa casa e, quem sabe, na campanha eleitoral.

    Responder

    1. Avatar

      O Bozonaro nem respeita o mandamento principal: “amar a Deus e amar o próximo como você ama a si mesmo!!”
      Bozonaro é um cristão “fake” e representa o verdadeiro anticristo!

      Responder

  11. Avatar
    Pr. Veimar Benjamin de Souza 28 de janeiro de 2020 at 13:00

    Uma vergonha para nossa amada IPB. Creio que nem de longe esse “pastor” represente a ética política dos Presbiterianos e de todas as igrejas genuinamente cristãs que não se utilizam do ridículo expediente de envolver a denominação na política partidária. Lamentavel!

    Responder

  12. Avatar

    Sou Presbiteriano e fiquei muito ofendido por esse pastor ter permitido isso acontecer… (se realmente isso aconteceu). Os pastores e conselhos podem e erram. A IPB não pode ser julgada por um ato falho de seus membros. O que vale é a Palavra de Deus e, todas as leis e normas que estão conforme as Escrituras Sagradas e não ferem o direito e as liberdades individuais de cada membro. Se houver quebra desses direitos, temos instrumentos legais e tribunais para julgar. Fique bem claro. O Pastor e a Igreja Presbiteriana de Londrina não representa o Pensamento e ordem da IPB. Somos igreja confessional e nossa doutrina está escrito nos nossos símbolos de fé.

    Responder

  13. Avatar

    Apoio! Se o próprio Papa defende a esquerda sem vergonha alguma, a igreja como um todo precisa sair de cima do muro e apoiar a luz contra as trevas!!!
    Bravo!!! Vamos nos juntar a eles!!!!!

    Responder

    1. Avatar

      Não diga que Bozonaro é luz: é um verdadeiro representante da ignorância cristã! Ainda acha que a esquerda come criancinha? Fazer o que?

      Responder

  14. Avatar

    Só vale para quem apoia o governo Bolsonaro?
    O que dizer destes?
    André Sidnei Musskopf, professor luterano na Escola Superior de Teologia e conhecido defensor da agenda gay.
    Antonio Carlos Costa, pastor presbiteriano fundador da organização desarmamentista esquerdista Rio de Paz.
    Ariovaldo Ramos, pastor batista reformado considerado uma das colunas da versão protestante da Teologia da Libertação.
    Geter Borges de Sousa, da organização esquerdista Evangélicos Pela Justiça.
    Valdir Steuernagel.

    Responder

    1. Avatar

      Defender princípios cristãos é sinônimo de ‘esquerdista”? Estude um pouco! Pelo jeito você quer mandar todos eles para a forca!

      Responder

  15. Avatar

    Vergonha de ser evangélico. Que horror

    Responder

  16. Avatar
    Denise Vasconcelos 28 de janeiro de 2020 at 15:04

    Vamos continuar requerendo parecer do SC.
    Quem sabe, se na pressão, a direção reage e deixa de nos fazer passar vergonha para termos orgulho – de novo – da racionalidade presbiteriana?!

    Responder

  17. Avatar

    Decepcionante! O que mais esperar?

    Responder

  18. Avatar

    Antes, ser reformado era ser inteligente, polido, gente que fugia do péssimo estereótipo crentão que fica tão longe do evangelho…
    Hoje…
    Influenciados por gente como os bolsominions presbiterianos Nicodemus e Hernandes,a coisa está escancarada, flagrantemente partidária… triste fim da cada vez menor IPB

    Responder

    1. Avatar

      A IPB já deu uma resposta adequada sobre este caso na sua página no Facebook. A IPB não é lugar de campanha política ou partidária, mas do Evangelho de Cristo Jesus. Como bem citou uma vez, um dos nossos queridos pastores em uma entrevista: “no grupo dos 12, Jesus aceitou tanto um de extrema direita (Mateus, o Publicano), quanto um de extrema esquerda (Simão, o zelote). A identidade de um crente não é em partido político algum, mas sua identidade é em Cristo Jesus!Isto que aconteceu foi um fato isolado de um pastor em específico e não é a prática e nem o pensamento da sua imensa maioria.

      Responder

  19. Avatar

    Isso é absolutamente condenável e lamentável. Quem são esses crentes que não se levantam e dizem BASTA?! Se a igreja verdadeira de Cristo não acordar, ficaremos na história mais vergonhosa de nossa nação.

    Responder

  20. Avatar

    E foi assim que aprisco virou curral eleitoral.

    Responder

  21. Avatar

    Eu sempre disse que os neopentecostais são bode expiatório quando se fala de curral eleitoral. Atualmente quase todas as denominações largaram de lado a pregação do Evangelho para de engajar em projetos políticos. Não aprenderam absolutamente NADA com as lições da história, com a maioria esmagadora de pastores e igrejas evangélicas alemãs que apoiaram Hitler na década de 30. Muitas igrejas deixaram de ser igreja para de transformar em palanque eleitoral de discurso de ódio. Estão substituindo o “Deus salva o mais vil pecador” pelo “bandido bom é bandido morto”. Cristãos cheios de ódio político. Muito triste.

    Responder

  22. Avatar

    Vamos lutar pelo Bolsonaro sim, estamos tirando a pátria do comunismo,

    Responder

  23. Avatar

    Orar pelas autoridades constituídas do país, sim, e só! Passar disso já é partidarismo e eu não creio que Deus aceite espírito partidário num coração verdadeiramente evangélico.

    Responder

  24. Avatar

    Triste!! A igreja parece ter esquecido a sua função. Tornou-se partidária. Apoia uma governo que prega a morte, defende armamento, que usa o dinheiro do povo para “comer gente”, que exclui negros, mulheres e gays. Está mais para fariseus hipócritas do que para cristãos. Cristo pregava o amor e, por mais que não atacasse os políticos, não apoiava suas ações e se irava com os fariseus hipócritas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *