Site icon Bereia

Dados do ranking internacional da educação não são positivos

Alunos da terceira série da Escola Municipal Professora Leonor Mendes de Barros, em Barra do Chapéu, interior de SP, escola pública mais bem avaliada pelo MEC pelo programa de reforço e didática escolar.

[elementor-template id=”909″]

O portal de notícias Pleno News divulgou no dia 03 de dezembro a matéria “Ranking de educação coloca Brasil na frente da Argentina”. A matéria se baseia em dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2018, divulgados essa semana. O Pisa é realizado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e analisa o desempenho de estudantes de 15 anos de diversos países nas áreas de leitura, matemática e ciências.

Pleno News distorce as informações do ranking para argumentar que houve um progresso nos índices de educação do Brasil, mas os dados revelam que o país ocupa o ranking dos 20 piores países em educação. No ranking geral, o Brasil ficou em 57° lugar em leitura, em 70° em matemática e em 66° em ciências, entre 79 países.

Segundo o site, “Além de vencer os vizinhos da América do Sul, o Brasil ainda conseguiu melhores resultados que Indonésia e Arábia Saudita em todos os quesitos avaliados”. As informações levantadas pelo Pleno News em comparativo com Argentina, Colômbia, Indonésia e Arábia Saudita são parcialmente verdadeiras, além disso, o Brasil não ficou à frente de todos os vizinhos da América do Sul. Uruguai e Chile estão acima do Brasil em todas as categorias. O Brasil superou a Colômbia apenas no quesito leitura, e mesmo assim, somente por um ponto, ficando atrás em matemática e ciências. Em contraponto com a Argentina, o Brasil empate em ciências, no entanto, pontua mais em leitura e matemática.

Em comparação com o último ranking, divulgado em 2015, o Brasil caiu da 63ª para a 66ª colocação em ciências e desceu da 66ª para a 70ª posição em matemática.

 Apenas em leitura o Brasil subiu no ranking, saindo da posição 59ª para a 57ª.

Os dados revelam em verde a progressão as notas do Brasil nos últimos 10 anos e em roxo a média da OCDE.

LEITURA

MATEMÁTICA

CIÊNCIA


“Fonte: OCDE/Pisa 2018 Infográfico: Chantal Wagner / Gazeta do Povo”
Gráfico da Gazeta do Povo, comparativo entre países no ranking do Pisa.

Portanto, a notícia do Pleno News é enganosa, visto que não leva em conta todos os dados do Pisa e se distorce informações a fim de transmitir uma ideia de progresso nos índices de educação, por consequência, favorável às atuais políticas, o que não corresponde à realidade do país.

Referências de Checagem:

Ranking de educação coloca Brasil na frente da Argentina https://pleno.news/educacao/ranking-de-educacao-coloca-brasil-na-frente-da-argentina.html

Relatório do Brasil no PISA http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/documentos/2019/relatorio_PISA_2018_preliminar.pdf

Brasil cai em ranking mundial de educação em matemática e ciências; e fica estagnado em leitura https://g1.globo.com/educacao/noticia/2019/12/03/brasil-cai-em-ranking-mundial-de-educacao-em-matematica-e-ciencias-e-fica-estagnado-em-leitura.ghtml

Gráfico da Gazeta do Povo, comparativo entre países no ranking do Pisa. https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/estudantes-brasileiros-continuam-entre-os-piores-no-pisa-2018/#ancora-1

“Pisa 2018: estudantes brasileiros continuam entre os piores do mundo” https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/estudantes-brasileiros-continuam-entre-os-piores-no-pisa-2018/#ancora-1

Sair da versão mobile